Duelo-de-Destinos_-Patagônia-Argentina

Patagônia Argentina: tudo o que você precisa saber para visitar este paraíso

AndreaDicas de ViagemComentar

Destino com muitas paisagens contrastantes, ótima gastronomia e atrações turísticas de tirar o fôlego, a Patagônia Argentina encanta todos seus visitantes, por isso, reunimos tudo o que você precisa saber para garantir o sucesso da sua viagem!

Um dos lugares mais lindos, cobiçados e emblemáticos da América do Sul é a Patagônia Argentina. Por ser muito próxima do Brasil, o destino atrai os amantes de esportes radicais e casais apaixonados que desejam aproveitar a lua de mel em uma região recheada de cenários cinematográficos. 

Boa parte da Patagônia está localizada na Argentina, mas uma pequena extensão está além da fronteira com o Chile também. Então, não se espante se ouvir alguém dizer que foi para o Chile e visitou a Patagônia, porque é bem comum e acontece bastante. 

Cidades como Bariloche, Calafate e Ushuaia estão localizados nas províncias de La Pampa, Neuquén, Rio Negro, Chubut, Santa Cruz e Terra do Fogo e são os destinos mais populares da Patagônia Argentina, distribuídos em uma região com mais de 930 mil quilômetros quadrados. 

Patagonia-2

Intensidade é a palavra que descreve essa viagem que promete mudar a maneira com que você se relaciona com os lugares que visita, já que o turismo na Patagônia Argentina é extremamente interativo, repleto de atividades ao livre como trekking no gelo, esqui, rafting no Rio Las Vueltas em El Calafate e até mesmo escaladas. 

Se por um lado você pode ver a Cordilheira dos Andes, um aglomerado de montanhas gigantescas de granito cobertas por neve, do outro você se depara com a riquíssima biodiversidade marinha do Oceano Atlântico, que conta com muitas espécies de baleias, pinguins, focas e até mesmo orcas – sem orcas assassina por lá, pode ficar tranquilo. 

O idioma oficial da Patagônia Argentina é o espanhol e, ainda que muitas pessoas saibam falar o português, saber ao menos algumas expressões úteis em qualquer viagem internacional é uma grande mão na roda pra você.  

O que fazer na Patagônia Argentina? 

Descanse bastante para manter o fôlego e praticar todas as atividades turísticas da Patagônia Argentina. 

Durante o verão é imprescindível que você pratique canoagem e windsurf no famoso Lago Nahuel Huapi, um dos cartões postais da Patagônia Argentina. Esquiar nas pistas de esqui de Bariloche, como a Cerro Catedral, também é parada obrigatória. 

Você não pode deixar de conhecer o Glaciar Perito Moreno, que apesar de não ser um dos patrimônios culturais tombados pelo mundo, é um dos lugares que você precisa conhecer antes de morrer, já que foi considerado um dos lugares mais bonitos da América do Sul e fica na cidade de El Calafate, que faz fronteira com o Chile. 

Prepare-se para conhecer o Cerro Bayo, que fica na Vila de la Angostura na província de Neuquén, uma pista de esqui maravilhosa muito procurada pelos turistas mais aventureiros. 

Mesmo que você não seja muito fã de esportes de aventura, as paisagens vão te proporcionar lindas fotografias e memórias surreais também.  

Se sobrar tempo, aproveite para completar a Travessia dos Lagos Andinos, um ponte que conecta a Patagônia Argentina com a Patagônia Chilena. 

Quando ir para a Patagônia Argentina?

Patagonia

O verão é considerado por muitos turismólogos a melhor época para visitar a Patagônia Argentina, por isso os meses entre dezembro a fevereiro ficam mais cheios de turistas que buscam curtir os dias ensolarados com uma temperatura média de 20°C. 

Durante março e abril a quantidade de visitantes é menor e você consegue aproveitar a região com calma, mas tenha em mente que o vento é bem mais forte também.

Para quem pretende explorar bem os encantos de Ushuaia, a temporada de esqui acontece de junho a outubro, mas saiba que o frio é severo, sendo assim, não se esqueça de colocar muitos agasalhos extras em sua bagagem, combinado? 

Independente da época que você fizer a sua viagem, saiba que o contraste climático na Patagônia Argentina é real e as chances de você pegar um resfriado é um pouquinho grande, por isso, certifique-se de contratar um bom seguro viagem para ter todos os cuidados possíveis. 

Como ir até a Patagônia Argentina?

Como dito anteriormente, as cidades de Bariloche, El Calafate e Ushuaia têm uma ótima infraestrutura hoteleira, com diversos serviços disponíveis para você aproveitar com sua família. 

Em razão disso, muitos roteiros de viagens incluem o desembarque nos aeroportos de algumas dessas cidades com traslados até a Patagônia.

Reserve de 3 a 4 dias para permanecer na região, mas tenha em mente que é impossível explorar tudo de bom que o destino tem à oferecer em apenas uma viagem. E mesmo que fosse possível, tenho certeza que sua vontade de voltar falaria mais alto. 

Está super liberado levar em consideração a atenção e hospitalidade desse maravilhoso lugar na hora de decidir o destino da sua próxima viagem, pois ainda que algumas paisagens da Patagônia Argentina sejam inóspitas, o atendimento ao turista é de excelente qualidade e dificilmente você não vai se sentir acolhido.  

O que levar para a Patagônia Argentina?

Já vimos que o inverno é bem severo e o verão é uma das melhores épocas para viajar até a Patagônia Argentina, mas independente de quando você for para lá, saiba que é muito comum sentir muito frio ou muito calor em um único dia. 

Neste contexto, é bom que você esteja preparado com protetor solar, luvas, toucas, boné, capa de chuva, sapatos específicos para caminhada em neve, óculos de sol e diversos agasalhos para lidar com essa instabilidade e não precisar comprar esses objetos quando chegar lá também.  

O que comer na Patagônia Argentina?

É na Patagônia Argentina que você vai experimentar o melhor Asado de Cordeiro, um dos principais pratos da América do Sul, de todo o país. 

Aliás, pode ter certeza que por lá você não vai passar fome! Os restaurantes têm preço acessível e as receitas são verdadeiras explosões de sabores!

Além do asado de cordeiro, você também pode se aventurar e experimentar um curanto, prato com variados cortes de carne preparados na terra sobre pedras bem quentes. Inclusive, é assim que o churrasco argentino tradicionalmente é feito. 

Falar de gastronomia argentina e não citar os vinhos é praticamente um crime, uma vez que o país é reconhecido mundial pela qualidade de suas vinícolas. Sendo assim, esbanje a vontade entre os bares e até mesmo cervejarias existentes na Patagônia Argentina. 

Para combinar com as temperaturas mais baixas e o clima ameno, uma rodada de chocolate quente para começar bem o dia é uma ótima alternativa também, já que cafeterias de qualidade é o que não falta por lá. 

Agora que você já sabe o que fazer na Patagônia Argentina, que tal compartilhar este artigo com seus amigos nas redes sociais?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *