solar-de-ayuni

10 Dicas Para Sua Viagem Ao Salar De Uyuni

AndreaDicas de ViagemComentar

O Salar de Uyuni é um gigantesco deserto de sal localizado no sudoeste da Bolívia, próximo à fronteira com o Chile. Onde há milhares de anos havia um lago, hoje existem lagos menores e dois salares. O salar tem mais de 10.000 Km² e cerca de 25 mil toneladas de sal, numa profundidade estimada de 120 m.

Embora seja uma grande reserva de lítio, potássio, boro e magnésio, a principal atividade na região é o turismo. Desde os anos 80, milhares de visitantes desembarcam em Uyuni diariamente para conhecer o Cemitério de Trens, a Ilha do Pescado, tirar divertidas fotos em perspectiva e dormir em um hotel completamente feito de sal.

Como aproveitar melhor sua viagem

1 – Passeio de 1 dia ou 3 dias?

O passeio de um dia visita o Cemitério de Trens e o Deserto de Sal, incluindo o Hotel de Sal e Ilha Incahuasi. O passeio de três dias passa por desertos com esculturas naturais de pedra e lagoas coloridas. É possível fazê-lo começando em Uyuni, na Bolívia, ou em San Pedro do Atacama, no Chile. É menos cansativo começar na Bolívia e terminar no Chile, ou vice-versa. Quando começa e termina no mesmo ponto, boa parte do terceiro dia é dedicado ao retorno.

2 – Vá preparado para perrengue

Existem passeios exclusivos para o Salar, com abrigos confortáveis e grupo menor. Mas se você é como eu, vai optar pelo passeios econômicos, em torno de US$ 100. Nestes, o grupo quase sempre é  de seis turistas mais o guia e o trajeto feito numa Land Rover com o porta-malas adaptado para ser mais um assento. A bagagem vai no bagageiro acima no carro.

Os abrigos são muito simples e nem sempre há água quente para o banho. Em geral tem cobertores de lã, nem sempre suficientes. A comida é preparada nos abrigos e levada em uma marmita para ser servida ao longo da viagem.

3 – Como conseguir um bom guia?

As condições de viagem do passeio econômico são bem precárias, mas totalmente toleráveis. No fim, o que vai fazer do seu passeio bacana ou não é o guia e o grupo. Quanto ao grupo, você pode tentar formar antes de contratar o tour. Não apenas para conseguir um desconto, mas para tentar garantir que você passará três dias inteiros ao lado de pessoas bacanas.

Quanto ao guia, é um pouco uma loteria. Não existe nenhuma forma de garantir um que não vá ficar  apressando nas paradas para foto, que não vá apostar corrida com os colegas dos outros carros, ou não será grosseiro com todo mundo.

4 – Leve agasalho corta-vento

No Salar e seus arredores faz muito frio. Ao conferir a previsão do tempo para a cidade de Uyuni, pode considerar de 10 a 15 graus a menos para o deserto. Além disso venta muito. Assim, leve aqueles casacos corta-vento que podem te ajudar a ficar mais confortável. Mas vá com uma roupa curta por baixo porque dentro do carro fica quente e você vai ter que ficar tirando e colocando o casacão toda vez que entrar e sair do carro.

No inverno, meio do ano, chega a nevar na região. Leve também luvas, toucas, meias grossas. O melhor calçado é o tênis.

5 – Leve ou alugue saco de dormir

Pelo mesmo motivo. Nos abrigos em geral há bastante cobertores de lã. Mas como você também não tem como saber exatamente em que abrigo vai dormir, pode ser que não tenha cobertor suficiente. À noite a temperatura cai e chega facilmente ao negativo.

Se não tiver, peça na agência para alugar um.

6 – Como tirar boas fotos?

Uma das coisas mais bacanas do passeio são as fotos em perspectiva que você tirará. Para que elas fiquem mais legais leve objetos para brincar com o tamanho. E peça ajuda para o guia, ele vai saber tirar fotos bem bacanas.

7 – Leve lanchinho e água complementar

A comida é suficiente, mas é um café da manhã, almoço e jantar simples. Leve frutas, biscoito ou barras de cereal para distrair nos intervalos das refeições. O tour inclui água, que é servida como acompanhamento do almoço. Mas ela não será suficiente para o dia inteiro. Assim, leve uma garrafa grande para o primeiro dia e compre para os dias seguintes nos abrigos ou paradas. Lembre-se que está em um deserto e se desidrata muito fácil.

8 – Leve lenços umedecidos

Não há garantia de que haverá chuveiro quente em todos os abrigos do caminho, assim em um dia sem banho um lencinho umedecido pode quebrar um galho.

9 – Leve protetor solar e hidratante para a pele

Como o sol não esquenta a gente tende a achar que não precisa passar protetor. A paisagem é muito clara, e mesmo com frio os raios solares incidem e refletem no branco do chão. À noite você vai sentir o quanto o sol e a baixa umidade do ar ressecaram sua pele. Leve creme hidratante para passar nas mãos e no rosto.

10 – Dá para ir de avião para Uyuni

Em Uyuni há um aeroporto com voos diários para La Paz operados por duas companhias: Amaszonas e TAM (não é a TAM brasileira!). As tarifas da TAM costumam ser mais baixas que as da Amaszonas, contudo as aeronaves são mais antigas e menos confortáveis. É possível comprar passagem pela Amaszonas na internet, enquanto a outra companhia vende seus bilhetes em agências de viagem.

É uma opção mais cara que o ônibus turístico que sai de La Paz a noite e chega a Uyuni na manhã do dia seguinte. Contudo, pode ser interessante para quem está com pouco tempo. A vantagem é não pegar o trajeto de estrada de terra, e não correr o risco de ficar preso nos bloqueios de estrada (manifestações) que são comuns na Bolívia.

Independente das dificuldades, as lindas paisagens vão fazer deste um passeio bem impressionante. Vá sem muitas expectativas de conforto e com o espírito preparado para negociar com o guia e o grupo. Sem muitas exigências e com flexibilidade dá para aproveitar bastante!

Gostou da matéria? Acompanhe nosso Facebook e veja muito mais! 

Fonte

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *