o-que-visitar-na-patagonia-chilena

O que visitar na Patagônia Chilena?

AndreaDicas de ViagemComentar

A Patagônia é dividida entre o Chile e a Argentina e é considerado um dos lugares mais remotos, incomuns e belos do planeta. Localizada no extremo sul do país, a Patagônia Chilena é indicada para muitos tipos de turismo e pode ser minuciosamente explorada em toda a sua extensão. Turismo de aventura, ecológico, de natureza e de esportes são apenas alguns exemplos do que pode ser feito na região. Por estar localizado em um lugar onde a geografia permite uma grande variedade de paisagens, as atividades possíveis são bastante diversificadas e vão de rafting, caiaque, trilhas e escaladas a cavalgadas, montanhismo, trekking e acampamento.

Como os roteiros são profundamente diversificados, isso reflete diretamente na variedade de preços, rotas, agências, hotéis e pacotes. Sabendo disso, separe um tempo para fazer uma pesquisa detalhada das possibilidades e tente programar a sua viagem entre os meses de novembro e março já que a temperatura nesta época é menos intensa e os dias são mais longos.

Não sabe o que visitar na Patagônia Chilena? Não se preocupe que vamos te dar algumas dicas de lugares imperdíveis a seguir:

Glaciar Grey

Nada mais, nada menos que a terceira maior extensão de gelo continental do mundo, os Campos de Gelo do Sul possuem, aproximadamente, 17 mil km² de extensão! Localizado nas dependências do Parque Torres del Paine, o Glaciar Grey é uma gigantesca placa de gelo tem uma coloração azul-intenso muito famosa e indescritível de se admirar de perto. Diferentemente da maioria dos pontos turísticos pelo mundo, o que se sabe é que quanto mais nublado estiver o clima, mais intenso será o azul tão singular da região.

Se você é do tipo de turista que ama uma aventura e esportes radicais, tenho uma ótima notícia: é possível escalar a placa de gelo! Pois é, os paredões de mais de 30 metros de altura recebem visitantes corajosos de todos os lugares do mundo anualmente. Você pode chegar até o Glaciar de barco ou caminhando também e pode sair de lá com um pedacinho de gelo glacial de lembrança.

Puerto Natales

Rodeada de montanhas, estâncias e pequenas propriedades agrícolas, Puerto Natales tem mais de um século de história e é uma ótima opção para quem gosta de turismo cultural já que existem bons exemplos de museus e aqueles pequenos comércios típicos chilenos. Excursões são realizadas para que você consiga ter um contato direto com a população local, sua história e culinária.

Tribos indígenas como Aonikenk e Kawésqar pertencem a região, sendo uma experiência única para o visitante que busca uma viagem mais voltada ao lado social e antropológico. Há uma hora de distância do Parque Nacional Torres del Paine, Puerto Natales é uma mistura bem equilibrada entre a natureza e a zona urbana, com muitos hotéis e restaurantes com a deliciosa gastronomia local.

Parque Nacional Torres del Paine

O Parque Nacional Torres del Paine é uma reserva da biosfera local e uma das Sete Maravilhas do Mundo. Considerada a maior atração turística da Patagônia Chilena, o Parque é gigantesco e possui muitos tipos de atrações naturais como maciços, lagos turquesa, icebergs, rios e pampas. Anualmente milhares de turistas vão à localidade a procura de turismo ecológico, de aventura e de natureza. É possível fazer trilhas, se alojar nos arredores das montanhas e participar de tours guiados por toda a extensão do Parque Nacional.

Monumento Nacional Cueva del Milodón

Com 200 metros de profundidade, 80 de largura e 30 de altura, a Cueva del Milodon possui um passado selvagem único na região e se você se interessa por paleontologia se surpreenderá com o ar de pré-história que o Monumento Nacional transmite. A estimativa é que a caverna era o lar de pessoas que viveram por lá há mais de 12 mil anos!

O nome Milodon é uma referência ao fóssil de um animal encontrado há mais de um século e que viveu exclusivamente na região. É possível se aproximar de estalactites, estalagmites e uma espécie de janela natural que possibilita uma vista para a paisagem de tirar o fôlego. Não vai esquecer sua câmera fotográfica ou celular, hein?

Villa Cerro Castillo

É aqui que a vilas históricas das estâncias patagônicas estão preservadas. Praticamente toda a arquitetura local é do século passado e os apenas 300 habitantes da região guardam em si toda a memória, cultura e história da antiga e famosa estância Cerro Castillo, maior parte continental da região do Magalhães.

Carretera Austral

A Carretera Austral é uma rodovia que corta o país, possui mais de 1.000 km de extensão e é o principal caminho para o transporte da região. O que impressiona, na verdade, é a paisagem natural nos arredores da via e que atrai centenas de turistas todos os anos. Se você é daqueles que são adeptos à roadtrip, nem pense em perder este ponto turístico inusitado.

Ao longo da sua rota, algumas atrações são surreais e valem o esforço para chegar até elas. O Lago General Carrera, por exemplo, possui túneis esculpidos que são surpreendentes. O Rio Futaleufú, a Caleta Tortel e os Glaciares San Rafael e O’Higgins são outros lugares que guardam belezas naturais que não saíram da sua memória tão fácil.

Portofino Turismo

Não vê a hora de deixar de ler nossas dicas e colocar tudo o que falamos em prática? Nós também! A Portofino Turismo está capacitada para te ajudar a viver experiências de vida inesquecíveis em muitos lugares do mundo. Entre em contato conosco e vamos juntos descobrir a América Latina.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *