Ecoturismo em Santa Catarina 6 destinos imperdiveis

Ecoturismo em Santa Catarina: 6 destinos imperdíveis

AndreaDicas de ViagemComentar

Ascurra, Porto da União, Apiúna, Corupá, Alfredo Wagner e Doutor Pedrinho são 6 destinos encantadores para ecoturismo em Santa Catarina que, apesar de não serem tão conhecidos, prometem agitar suas próximas férias.  

Santa Catarina é um dos lugares mais ecléticos do país. Tamanha diversidade ocorre graças a sua localização, já que o sul do país apresenta clima e vegetação distintos que proporcionam cenários contrastes sensacionais na região. 

Por lá, prepare-se para encontrar uma faixa litorânea recheada de ilhas intimistas, praias cinematográficas e montanhas fascinantes. Não é a toa que o estado é um dos mais populares entre turistas de todo o mundo. 

Além da capital Florianópolis e das populares Joinville, Blumenau e São Francisco do Sul, o estado ainda conta com diversas outras cidades turísticas que são ótimas alternativas para sua próxima viagem

Nesse artigo vamos abordar os destinos de ecoturismo em Santa Catarina para quem está em busca de sair do óbvio e ter contato direto com a natureza através de experiências únicas em lugares pouco conhecidos. Vamos nessa?

Ascurra

Essa charmosa cidadezinha de origem italiana está localizada no Vale Europeu, região moldada por montanhas e diversos vales ao longo do Rio Itajaí. 

Apesar de pequena, Ascurra oferece diversas opções turísticas, como a Cachoeira Salto da Mineira, que tem mais de 30 metros de altura e uma ótima queda d’Água para banho. 

Visitar o Serra da Leoa Parque é excelente para aproveitar o dia, uma vez que por lá é possível conhecer diversas cachoeiras, lagoas, riachos, realizar trilhas ecológicas e praticar mountain bike e trekking também.

Ir até à Fenda Cruz de Pedra é outra atividade imperdível. A atração é uma formação geológica de 4 metros de largura, 300 de comprimento e 40 de altura, originada na era da Gondwana há mais de 200 milhões de anos. 

Já deu pra perceber que o ecoturismo é bem valorizado na região, né? Sendo assim, finalize o seu passeio em Salto Andorinha, cachoeira formada em meio a diversas grutas que proporciona uma visão privilegiada do Vale Europeu. 

Porto da União

Em Porto da União as atrações turísticas também envolvem muitas belezas naturais. Além de praticar canoagem, trekking e rapel, o turista ainda pode escolher entre 150 cachoeiras diferentes para conhecer. 

Entre elas, destacamos a Salto do Rio dos Pardos, de 72 metros de altura – a mais alta do destino, e a Cachoeira do Rio Bonito, que apesar de ser menor com apenas 30 metros de altura, é a mais indicada para praticar rapel. 

Na Praça Hercílio Luz acontece um encontro semanal de artesãos que comercializam peças em trico, madeira, crochê, biscuit e arte em porongo também.

Visitar construções históricas como o Castelinho, que abriga a Casa Cultural Anial Khury e realizar um citytour são excelentes para aprofundar na história da cidade. 

Apiúna

Apiúna é muito mais do que uma cidade pequena do interior de Santa Catarina, já que também é considerada a capital brasileira da tangerina. Inclusive, por lá existe um festival para comemorar sua colheita – que também acontece durante o aniversário do município em julho, que reúne grandes nomes da música do país. 

Um passeio simples, mas obrigatório para fazer quando estiver por lá é a Estrada de Ferro Santa Catarina, que após recente vitalização dos trilhos, percorre um caminho maravilhoso entre o verde do Vale de Matador até Apiúna. 

Fazer trekking no Morro da Cruz pode ser uma boa para quem já está acostumado com trilhas de dificuldade média, uma vez que o percurso demora mais de 3 horas para ser completado. 

Para quem está em busca de atividades radicais, praticar rafting no rio Itajaí-Açú é uma boa, especialmente porque a dificuldade é classe II a IV, perfeito para quem já é adepto da modalidade.

 Agora, se você estiver começando no ecoturismo, o mais recomendado é descer de rapel a Cachoeira do Baú ou Cânion 3 dedos, com mais de 35 e 40 metros de altura respectivamente.

Corupá

Corupá é um município rodeado pela Mata Atlântica, localizado no interior de Santa Catarina que foi colonizado por poloneses, italianos e alemães.

São mais de 50 cachoeiras a disposição dos visitantes. Muita coisa, certo? Por sorte, o turista pode optar pela Rota das Cachoeiras que faz parada em 14 cascatas principais da região, além de trilhas entre o Vale do Rio Novo. 

O Recanto Prainha da Oma é um verdadeiro achado às margens do Rio Pedra de Amolar que promete marcar sua viagem, especialmente se estiver viajando com crianças, já que a região possui infraestrutura completa com boliche, sinuca e outros jogos que vão deixar os mais novos bem entretidos. 

Após aproveitar as atrações naturais de Corupá, aproveite para conhecer o Seminário Sagrado Coração de Jesus em estilo gótico-romano que possui coloração semelhante à Casa Rosada de Buenos Aires. 

O Museu Irmão Luiz Godofredo Gartner fica anexo ao Seminário e contempla exposições permanentes de animais empalhados, além de contar de forma descontraída a história da cidade. 

Alfredo Wagner

O turismo em Alfredo Wagner baseia-se em rural, ecológico, religioso e histórico. Os pontos de maior aglomeração de turistas são as grutas, cachoeiras, cavernas e sítios arqueológicos que compõem a região.

O Campo dos Padres é uma cordilheira que se estende até a Serra Geral, município do Rio Grande do Sul. Se possível, tente assistir um pôr do sol lá de cima porque a vista é surreal e compensa todo o esforço para chegar lá. Aproveite para tirar lindas fotos. 

O Parque Municipal Governador Kleinubing proporciona vista panorâmica da cidade, além do contato direto com a flora e fauna local. 

Visitar a Gruta do Poço Certo é imperdível, especialmente para os amantes de rapel em cachoeiras escondidas, mata adentro. São mais de 40 metros de altura, num lugar silencioso que costumava ser um cemitério indígena. 

Doutor Pedrinho

Por último, mas não menos importante temos Doutor Pedrinho, cidade com cerca de 4 mil habitantes, localizada em meio a montanhas, cascatas, rios e grutas, ou seja, o cenário ideal para quem busca aventura, bem como para fugir da mesmice na hora da lua de mel

Assim como os demais destinos dessa lista, em Doutor Pedrinho as cachoeiras também são grandes protagonistas. A Véu de Noiva tem 63 m de altura, perfeita para rapel e trekking; a Negherbon II tem 15 m, ótima para banho; Salto Donner de 25 m irá te proporcionar fotos excelentes e a Cânion do Ferrioto para rapel, trekking e rafting. 

Completar a Trilha da Sapopema é uma experiência única, principalmente por proporcionar o encontro com a comunidade Xokleng, no Vale do Itajaí. No passeio está inclusivo a deliciosa refeição Capung, assado indígena típico desse povo. 

Você gostou de conhecer mais sobre o ecoturismo em Santa Catarina? Então compartilhe esse artigo em suas redes sociais e continue nos acompanhando pelo Facebook e Instagram para mais dicas de viagens.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *