como-viajar-apos-o-coronavirus

Como viajar depois do Coronavírus?

AndreaDicas de ViagemComentar

A pandemia vai passar e em breve o mundo retornará à normalidade. Trabalhos, compromissos e viagens voltarão a fazer parte da nossa rotina, mas você já parou para pensar em como viajar depois do Coronavírus?

Segundo a Organização Mundial do Turismo, o turismo internacional enfrentará a maior queda desde 1950, chegando a 70%.

É por isso que resolvemos falar nesse post sobre o atual cenário das viagens e fazer possíveis previsões para o turismo pós pandemia, já que 96% dos países do mundo, já afirmaram que vão adotar inúmeras restrições de viagem após a Covid-19.

Como viajar depois do Coronavírus?

Diante o isolamento social e visando diminuir a possibilidade de transmissão da COVID-19, as autoridades proibiram viagens nacionais e internacionais, como consequência, muitas linhas de transporte de passageiros foram canceladas e divisas fechadas. Essas atitudes foram corretas e neste momento, o bom senso é primordial. 

Sabemos que o retorno a normalidade é uma questão de tempo e as viagens voltarão a fazer parte do cotidiano de milhões de pessoas, portanto, é uma boa aproveitar esse tempo para retomar planos que foram cancelados, ou melhor, adiados.

Viagens nacionais

Segundo uma pesquisa realizada pela Braztoa, 54% das companhias aéreas não realizaram vendas em abril.

Entre as que realizaram vendas:

  • 24% venderam embarques para até julho,
  • 93% tiveram vendas com embarque para o segundo semestre de 2020,
  • 84% venderam apenas para 2021.

 

Além disso, 64% das empresas registraram 90% ou mais do seu faturamento com viagens nacionais, confirmando que o turismo doméstico pode ser tendência na segunda metade de 2020.

Entretanto, mesmo com a normalização das viagens nacionais, cuidados antes não observados, deverão fazer parte das operações no transporte de passageiros em locais como aeroportos, cruzeiros, estações rodoviárias e portos.

A nível nacional, muitas pessoas que utilizavam o ônibus como opção de viagens entre distâncias mais curtas, devem retornar as viagens de carro para evitar contato com outros passageiros.

É possível que antes do embarque nas rodoviárias, algumas medidas preventivas sejam tomadas, como avaliação da temperatura dos passageiros, quem apresentar tosse, gripe ou febre pode ser impedido de embarcar.

O distanciamento entre as pessoas também devem fazer parte dos novos costumes, tanto nos ambientes de espera como nos próprios meios de transporte, evitando aglomerações e aproximação entre turistas. 

Portanto, não se assuste se em seu próximo voo ou ônibus os layouts e acomodações das poltronas estiverem diferenciadas e mais espaçadas.

Viagens internacionais

Certamente todos os cuidados já mencionados até aqui também farão parte da rotina das viagens internacionais, no entanto, com muito mais exigências.

Nos trajetos internacionais deve-se aumentar a lista de obrigações exigidas, o que inclusive, já está sendo estudado.

O comissário europeu para o Mercado Interno, Thierry Breton, afirmou que certas áreas ficarão abertas para os turistas, enquanto outras não.

A Espanha, na região da Gandia, prevê a contratação de supervisores que irão controlar o distanciamento social, o uso de menus através de smartphones e ampliação dos restaurantes.

Mas ainda não há nenhuma regulamentação já implementada e os países da Europa estão esperando por diretrizes claras e consistentes para serem seguidas.

Considerando-se que cada país irá aprovar leis que protejam os seus cidadãos, é possível presenciarmos atitudes que dificultarão a entrada de estrangeiros em determinados lugares.

Para isso será necessário o apoio de profissionais capacitados para ajudar na programação de viagens e no atendimento às exigências legais.

Agora que você já sabe como viajar depois do Coronavírus, prepare sua mala, organize seu roteiro e conte com a Portofino Turismo no apoio e organização das suas férias!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *