vila-do-arco-iris

“Vila Do Arco-íris” É Atração Turística Que Faz Sucesso No Instagram

AndreaNovidadesComentar

Uma pequena vila no sudeste da Indonésia virou um ponto turístico improvável após passar por uma transformação dramática. Sensação no Instagram, Kampung Pelangi recebeu o apelido de “vila do arco-íris” depois que o governo local bancou uma reforma. O comitê responsável pela área ofereceu um orçamento de 300 000 000 rupias da Indonésia (cerca de 67 000 reais) para reformular o espaço.

A reforma foi feita em abril de 2017 e até o prefeito da cidade de Semarang, onde fica a “vila arco-íris” participou da iniciativa: Hendrar Prihadi pintou, manualmente, mais de 232 casas do complexo, de acordo com o site Lonely Planet. Assim como outros pontos turístico coloridos no mundo, como a Rua Caminito, em Buenos Aires, Argentina, Kampung Pelangi está atraindo o olhar de milhares de pessoas no mundo inteiro.

As propriedades, que antes eram consideradas uma favela na Indonésia, foram embelezadas com cores como amarelo, roxo e azul em padrões bem definidos, que demoraram mais de um mês para serem definidos. Um dos edifícios, posicionado ao fim de uma ponte para o acesso de pedestres, imita um arco-íris metafórico, enquanto outras paredes próximas são decoradas com desenhos multicoloridos. Entre as outras obras de arte localizadas no local, há um tubarão em 3D tentando “abocanhar” os passantes.

Além da pintura das casas, o riacho que corta o vilarejo, muito poluído, também será limpo como parte do projeto de regeneração da área. O responsável pela obra é um professor de 54 anos de idade chamado Slamet Widodo. Ele revelou que foi inspirado por outras regiões da Ásia que passaram pela mesma transformação: “A ideia de criar Kampung Pelango após vermos a beleza em outras regiões, como na cidade de Malang e Yogyakarta, também na Indonésia“, revelou.

“Se tudo der certo, Kampung Pelangi será a maior restauração na Indonésia e oferecerá uma nova atração turística em Semarang“, contou o rapaz. Gapensi Semarang, responsável pelo Departamento de Arte, Cultura e Esportes do município, acrescenta: “Cada casa tem um mínimo de três cores. Agências turísticas também cooperaram para desenvolver o projeto“. A renovação também está ajudando os locais, que aproveitam a visita de turistas para vender comidinhas e artesanatos feitos em casa.

Fonte Veja São Paulo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *