islandia

A Islândia e suas belezas naturais

AndreaDicas de ViagemComentar

A Islândia é um país muito conhecido por suas belezas naturais, cachoeiras, vulcões e sua inconfundível aurora boreal. Além das belezas naturais, o país deixou de ser um dos mais pobres da Europa e hoje é um dos mais desenvolvidos e seguros.

Mesmo sendo um país pequeno existe uma rodovia, a Ring Road, que dá a volta em todo o país e tem 1332 km. Por lá moram somente 335 mil pessoas, mas é um local que possui muita história e diversos pontos para se ver e aprender.

Quando ir 

A alta temporada vai de junho a agosto, nesse período os dias são mais longos e a maioria das atrações ficam abertas e a média temporada é nos meses de abril, maio, setembro e outubro, e essa é uma das melhores épocas de conhecer a Islândia. 

E é a partir de outubro que começa o inverno, nesse período o fluxo de turistas diminui, mas é também no inverno que conseguimos ver ainda mais a aurora boreal. E se quer viajar durante o inverno da Islândia separamos algumas dicas de lugares que você precisa conhecer.

O que fazer na Islândia

Reykjavík

Com pouco mais de 100 mil habitantes, Reykjavík é a capital mais setentrional do mundo. Apesar de ser uma cidade sem arranha-céus ou grandes monumentos, ela chama atenção pelos telhados coloridos das casas, além disso é uma cidade animada com bares e restaurantes que se destacam.

Além disso, por lá também encontramos muitos parques e lagos, também temos a igreja Hallgrímskirkja, que é um ponto turístico da capital. Você pode optar por conhecer as piscinas termais que fazem parte do dia a dia dos islandeses.

Vulcão Eyjafjallajoekull

Você pode conhecer o vulcão que causou o cancelamento de voos durante muitos dias em toda a Europa e isso veio de uma série de erupções de um vulcão em uma geleira de Eyjafjallajoekull, no sul da Islândia, que começou no dia 20 de março de 2010. 

Ele está entre os maiores da Islândia e é formado por camados, por isso é conhecido como um estratovulcão. O vulcão tem 1.660 metros de altura e, a partir dos 900 metros, é coberto por gelo. 

Uma ótima parada é explorar o cânion Stakkholtsgjá, uma bela maravilha natural. Caminhar até o final do cânion é uma das caminhadas curtas mais gratificantes da Islândia. Visite também Thorsmork, uma reserva natural em uma área remota das Terras Altas do sul da Islândia, aninhada entre as geleiras Myrdalsjokull,  Eyjafjallajokull e Tindfjallajokull, e um dos locais favoritos para os islandeses explorarem durante os meses de verão. Assim que entrar no vale Thorsmork, você terá a oportunidade de desfrutar da incrível paisagem e realmente beber na bela natureza intocada da Islândia. 

Parque Nacional de Þingvellir

Esse parque é um Patrimônio Mundial da Unesco devido a sua importância histórica. Ele possui um largo vale da falha geológica onde as placas tectônicas europeias e americanas estão visivelmente se separando. Por lá podemos fazer o mergulho para ver a Dorsal Mesatlântica debaixo d’água.

Jökulsárlón e Skaftafell

Jökulsárlón é o maior lago glacial da Islândia, com vários icebergs desprendidos na água, por lá é possível fazer um passeio de barco pelas geleiras, em um veículo especial que consegue chegar bem perto dos icebergs. Por lá você também consegue fazer uma caminhada pelas geleiras de Skaftafell, um grande parque nacional no pé da maior geleira da Europa, onde pode-se fazer trilhas e treekings. 

Gullfoss

Na Islândia encontramos muitas cachoeiras. No país temos a Gullfoss, que é uma das maiores cachoeiras da Europa, que também é conhecida como “cachoeira de ouro” pela cor dourada da água durante o verão. Indo mais para o sul vemos mais duas cachoeiras: a Seljalandsfoss, que tem 60 metros de altura e é possível circular dentro dela e ficar atrás da água e a Skogafoss que tem 82 metros de altura.

Vik

Perto das cachoeiras vemos uma das paisagens mais únicas e diferentes do país. A Vik é famosa pelas praias de areia negra, e possui uma incrível geologia ao redor. Uma das praias mais conhecidas é a Reynisfjara, rodeada por grandes colunas de basalto. 

Lagoa Azul

Além de ser conhecida por suas geleiras e vulcões, a Islândia também possui grandes reservas naturais de água termal, rica em minerais. E um dos pontos mais conhecidos é a Lagoa Azul, sua água mede média de 38ºC e é rica em sílica, um mineral que dizem ter efeitos terapêuticos para a pele. Além de ser uma ótima opção para tomar um banho quente, você ainda pode ver um belo visual.

Viaje com a Portofino Turismo

Entre em contato conosco e vamos planejar juntos a sua próxima aventura. Para mais informações sobre destinos de viagens, não deixe de seguir a Portofino Turismo no Instagram e de acompanhar nosso blog com dicas de viagens!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *